quinta-feira, 15 de março de 2012

Estou pra ver em números

A tabela não contabiliza o roubo que sofremos.

Outros números:
Rolamos 7064 km, o equivalente a ir de Lisboa a Moscovo e voltar... (quase)
Gastamos 459.3 litros de gasolina, dá uma média de 6.5 l/100
Furamos 4 pneus. Estragamos uma jante.
Encheram-nos 10 folhas de passaporte com carimbos.
96 horas a conduzir (aproximado) dá uma média de 73 km/h
horas a beber copos... não contabilizado.
Noites mal dormidas... todas!
Diarreias - zero :) (o Rui teve um ameaço...)
Picadelas de mosquito... não contabilizado.
10 litros de vinho tinto, 60 litros de água.
500 gramas de gás.



3 comentários:

  1. De muitas perguntas que me assolam a mente ao olhar para esse excel, uma tenho de fazer:

    Andavam com 4 tipos de moedas convosco?

    Gostei mesmo muito de encontrar o teu blog, continua a escrever e eu, por enquanto ( quem sabe um dia não me aventuro também ), a ler.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, obrigado pelo comentário.
      Os euros andavam sempre connosco, os Dirhams só em Marrocos e as Ouguiyas na Mauritânia, as Ceifas (francos do oeste africano) só usamos no Mali mas esta moeda é oficial para vários países, Burkina, Senegal, Conacri, etc. Na ultima viagem pela europa foram 13 moedas diferentes. O segredo para não se perder muito dinheiro nos câmbios é cambiar o mínimo de vezes possível, faz-se um calculo de quanto é que se vai gastar por país e cambia-se todo de uma vez, normalmente o mercado negro é mais vantajoso ☺
      Olha, e não tenhas medo de te aventurar, viajar é das poucas coisas onde se pode gastar dinheiro e ficar mais rico.

      Eliminar